Assistência social recebe uma tonelada de alimentos

Publicado dia 06 de Outubro de 2017 as 17:52.


Gêneros são repassados às entidades assistenciais de Santo Ângelo. Corte do Governo Federal provoca carência no atendimento às famílias

Na última quarta-feira, 4, a secretária da Assistência Social Jacqueline Possebom e a nutricionista do Município Vera Sanchez foram receber a doação de cerca de uma tonelada de batata inglesa, repassadas pelo Comercial Zaffari Stok Center, unidade de Santo Ângelo. 
O estabelecimento iniciou neste ano a direcionar para a Secretaria de Assistência Social os alimentos perecíveis não adquiridos pelos consumidores, mas que estão em estado de conservação e de consumo. De acordo com o gerente do Stok Center, Rogério Moro, todos os alimentos que são doados passam por uma seleção, os que estão aptos para o consumo são repassados para a Assistência Social do Município e o restante descartado com destinação final adequada, dentro das normas ambientais. 
Os alimentos recebidos em doação são destinados para o Banco de Alimentos e repassados às entidades assistenciais como Cozinha Comunitária, Centro de Formação São José - Lar da Menina, Lar da Velhice Suzana Wesley, Hospital Santo Ângelo, SOS Vida. Mensalmente em torno de 800 famílias cadastradas nos programas sociais são contemplados com gêneros alimentícios repassados pelo Município. 
BANCO DE ALIMENTOS
Atualmente o Banco de Alimentos não está conseguindo cobrir a demanda da população em situação de vulnerabilidade social acompanhadas pelos programas da Assistência Social, pois se mantém apenas com recursos próprios do município, de doações da comunidade e de empresas voluntárias. 
A escassez de alimentos na Secretaria de Assistência Social e que a obriga buscar doações junto à comunidade, foi provocada pela suspensão do Governo Federal no repasse de gêneros alimentícios aos municípios através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) via Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), produtos estes que abasteciam um grande número de famílias em situação de vulnerabilidade em Santo Ângelo. 
Conforme a secretária de Assistência Social o município recebia em média 12 toneladas de alimentos mensalmente. “Hoje não há repasse de alimentos. Elaboramos documentos solicitando o apoio da Bancada Gaúcha no Congresso Nacional buscando a articulação para a retomada do programa junto ao Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário o que, infelizmente, não aconteceu”, afirmou Jacqueline. 
Para doar gêneros alimentícios ao Banco de Alimentos, o interessado pode comparecer pessoalmente na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Cidadania – Avenida Salgado Filho, esquina com Avenida Venâncio Aires – ou pelo telefone 55 3312 2392, que uma equipe fará o recolhimento. As doações são repassadas às famílias carentes devidamente cadastradas nos programas sociais e o excedente é destinado às entidades Assistenciais de santo Ângelo.

Fotos: Fernando Gomes